imagens Designação do projeto | Concentração, comercialização e diferenciação de carne de porco
Código do projeto | PDR2020-5.1.1-FEADER-032540
Objetivo principal| Reforçar a competitividade do sector agroalimentar e florestal
Região de intervenção | Lisboa
Entidade beneficiária | ALIGRUPO - AGRUPAMENTO DE PRODUTORES DE SUINOS CRL.



Data de aprovação | 07-02-2018
Data de início | 16-01-2017
Data de conclusão | 28-03-2021
Custo total elegível | 716 011,10€
Apoio financeiro da União Europeia | 320.000€
Apoio financeiro público nacional/regional | 80.000€



Descrição do projecto

Este projeto tem em vista a implementação de um plano de ação para a OP Aligrupo, com início em 16/01/2017 e finalização em 28/03/2021.

O objetivo deste plano de acão é de fortalecer a posição da produção na cadeia alimentar da carne de porco e potenciar um produto de qualidade superior de modo a criar mais valias para os produtores.

Identificação das oportunidades e riscos envolvidos: Todos os estudos de mercado mostram a preferência crescente do consumidor pelo produto nacional.

Ora, um sector que só́ produz 60 a 65% do que o mercado absorve tem uma grande oportunidade de promover o seu produto. Não queremos que seja só́ um produto português, mas, também, que seja de qualidade superior.
Os riscos vêm da dificuldade que temos de comunicar com o consumidor e do apoio, ou não, da cadeia de distribuição. Temos, também, de considerar que vamos ter um sistema de traçabilidade e de inovação no terreno para irmos sempre melhorar a qualidade do produto e isso tem custos para o produtor, mas estamos seguros que estes riscos serão amplamente cobertos com a valorização que o consumidor vai fazer do nosso produto.


FUNDAÇÃO
A ALIGRUPO constitui-se como Agrupamento de Produtores de Suínos, nos termos e para os efeitos do decreto-lei 145/89 de 5 de Maio e regulamento CEE 1360/78.

FOI CONSTITUÍDO por 28 suinicultores, por escritura pública em 03 de Fevereiro de 1994 e com registo definitivo efectuado na Conservatória de Montijo em 9 de Fevereiro do mesmo ano, sob o nº 31, tendo sido reconhecido posteriormente pelo Ministério de Agricultura.

PORQUÊ
A retirada antecipada da especificidade da Agricultura Portuguesa, verificada em 1993, atingiu fortemente a Suinicultura, uma vez que foi reduzido o período de adaptação aos restantes mercados da EU. Passaram a entrar em Portugal carne e animais vivos, provenientes de parceiros comunitários, devidamente organizados em Agrupamentos de Produtores, produzidos com factores de produção (desde os cereais à energia), mais baixos que os praticados em Portugal.

Por outro lado, debatiam-se ainda os suinicultores com o atraso tecnológico duma actividade fechada em si própria, protegida por um mercado interno. As vendas eram feitas individualmente, e a maior parte dos produtores estava nas mãos de comerciantes e de cobranças duvidosas, sem qualquer peso negocial.

Era urgente organizar, unir, modernizar e adaptar.

E assim nasceu a ALIGRUPO - Agrupamento de Produtores de Suínos, CRL.

A área social do Aligrupo coincide com a do território Nacional

TÍTULO DE RECONHECIMENTO
Ver PDF

O Aligrupo, CRL, encontra-se reconhecido como Organização de Produtores, estando em conformidade com a Portatia nº 169/2015 de 4 de Junho. (TÍTULO DE RECONHECIMENTO - Ver PDF)

1. A ALIGRUPO tem por objecto e finalidade:

a) Adaptar a produção e ofertas dos produtores nela agrupados às exigências do mercado, promovendo a concentração e colocação das respectivas produções, da forma mais adequada.

b) Definir e aplicar aos seus membros:

- Regras comuns de produção, nomeadamente, em matéria de qualidade dos produtos ou de utilização de práticas biológicas;
- Regras comuns de colocação no mercado, nomeadamente, através da planificação e conhecimento das respectivas produções e efectivos das explorações;

c) Pesquisar, seleccionar e eleger os meios de produção técnica e economicamente mais adaptados à realidade das explorações dos seus membros tendo em vista criar condições para a redução, uniformização e competitividade dos seus custos de produção;

d) Organizar os meios técnicos e o suporte administrativo indispensáveis, para a prossecução dos seus fins.

AGRANTUNES-SOC.AGRO-PEC, LDA
AGROLEX II-RAÇÕES, LDA
AGROLEX-SOC.AGRO-PECUARIA, LDA
AGRO-PECUARIA COVÃO DO MILHO, LDA
AGRO-PECUARIA DAS ESPINHEIRAS, LDA
AGROPPA-AGRO-PEC. POÇO DE ARROZ, LDA
ALIPIO & FILHOS, SOC. AGRO-PECUARIA, LDA
CARLOS ALEXANDRE ADRIÃO TERESO
CATIA JESSICA PIRES PEREIRA
CIPRIANO AZERVEIRA MODESTO
DIAMANTINO JESUS LAGOA
FRANCISCO MANUEL LEAL DUARTE PEDREIRA
FUJISUINOS, LDA
ILAP-INACIO LOURINHA AGROPECUARIA, LDA
JOAO DANIEL FERNANDES TEIXEIRA
JOÃO JOSÉ DOS SANTOS PAIS SARAMAGO
JOSE CAÇADOR MORGADO
JUVIPOR-AGRICULTURA E PECUARIA, LDA
LIÇALO-SOC.AGROPECUARIA, LDA
MARIA SALETE FARINHA MAURICIO
NUNO MIGUEL NABAIS DA SILVA
NUTRICENTRO-PROD.AGRO-PECUARIA, LDA
PORCELLUS, UNIP.,LDA
PORCIMAIS, LDA
PORCUÁRIA-AGRICULTURA E PECUARIA, LDA
PORSICUNI-SOC.AGRO-PECUARIA, LDA
PORTUGADUS, LDA
REDONPIG, LDA
RICARDO JOSE PIRES CHAPEIRA
RICARDO RODRIGUES EVANGELISTA
SAPOR SOC.PORTUGUESA, LDA
SMUR-SOC.MULT.RECRIA ANIMAL,SA
SOC.AGR.CENTRAL AMENDOEIRA,LDA
SOC.AGRICOLA DA MAE D'AGUA,LDA
SOC.AGRO-PEC. SETE CIDADES, LDA
SONIA CRISTINA DE SOUSA RATO
SUINICAJADOS, LDA.
SUINIDINIS, LDA
SUINISADO - AGRO PECUÁRIA, LDA
SUINISILVA-PRODUÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO DE SUINOS, LDA
SUINITUR, LDA
VALORGADO- AGRICULTURA E PECUARIA,LDA
VALSUINOS, LDA

TRIÉNIO 2016/17/18

MESA ASSEMBLEIA GERAL

Presidente - Valorgado, Lda, representado por Vanda Lisa Morgado Mota
Vice-Presidente - Juvipor, Lda, representado por Rui Manuel Henriques Nogueira

DIRECÇÃO

Presidente - Suinisado, Lda, representado por Vitor Manuel Mota Menino
Vogal - Portugadus, Lda, representado por Antonio Herminio A. Chula
Vogal - Smur, SA, representado por Monica Cristina M. Mota Gouveia

CONSELHO FISCAL

Presidente - Soc. Agricola da Amendoeira, Lda, representado por Manuel Pereira Cortes Cavaco
Vogal - Agro-Pec. das Espinheiras, Lda, representado por Ludovino de Jesus Ferreira
Vogal - Sociedade Agrícola Mãe D’Agua, Lda, representado por António Pedro da Silva Couceiro

Revisor Oficial de Contas efetivo

Fortunato & Rafael, S.R.O.C., representado por Antonio Manuel Corrêa de Sousa Fortunato

Revisor Oficial de Contas suplente

Rafael de Almeida da Silva

Como funciona?

O Aligrupo, CRL apesar de incluir na sua designação social, Bovinos, Ovinos e Caprinos, apenas se encontra reconhecido como organização de Produtores no setor de Suínos.

Se se candidatou a projetos de investimento na Pecuária ou Jovem Agricultor através do PDR2020, saiba que pode contar com este Agrupamento para o ajudar na obtenção de maior pontuação para financiamento do mesmo.

Se o seu projeto já se encontra concluído ou está em fase de conclusão e está em condições de proceder a comercialização deverá ter em conta, que a mesma, terá de ser feita através do Agrupamento. Deverá para isso, informar atempadamente o Agrupamento da quantidade de animais que pretende comercializar.

Toda a produção tem ser comercializada pelo Agrupamento.

O Agrupamento fará a sua fatura ao Cliente/Matadouro e um Documento de compra ao produtor para que este emita a sua fatura à OP.

O Aligrupo disponibiliza aos seus sócios serviços como:

  • Serviços Assist. Veterinária
  • Protocolo com ITS para recolha de cadáveres.
  • Fornecimento de sémen para inseminação
  • Fornecimento de Medicamentos
  • Vendas de animais reprodutores entre outros, com valores otimizados para o Agrupamento e seus sócios

A adesão a este Agrupamento implica a subscrição de 100 Títulos de Capital no valor de 5€ cada e 5€ de joia se inscrição.

Para mais informações contacte:

Email: mjesus@grupoali.pt
Telm. 939533510